segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

Agressividade Infantil

Agressividade é qualquer ação que pretende danificar algo ou alguém. Quando ela se torna constante é sinal de que algo não vai bem com a criança. É preciso entender o motivo, antes de punir. Algumas das possíveis causas são: a necessidade de amor,atenção e carinho; ciúme dos irmãos; rejeição; ansiedade; problemas escolares; sentir-se incompreendida; imitação de comportamento agressivo de pais ou da mídia, etc. A criança agressiva tem uma opinião muito pobre a respeito do seu eu que lhe é conhecido. É incapaz de expressar o que está sentindo, ou não está disposta a isso, ou ainda tem medo, pois se o fizer poderá perder a força que reúne para se envolver nos comportamentos agressivos. Tal criança sente a necessidade de fazer o que faz como seu método de sobrevivência.

A criança não sabendo lidar com esses sentimentos e/ou exemplos, expressa-os através de comportamentos agressivos.

Para os pais lidarem com isso, é necessário que as regras sejam claras e bem estabelecidas. Saber dizer “não” na hora certa é fundamental. Não gritar, porém falar com firmeza, senão tudo se transformará em motivo para birras. É importante não dar atenção apenas quando a criança faz algo errado, pois isso reforçaria comportamentos negativos, mas também dar atenção e estimular, quando a criança faz algo bom, através de carinho, atenção e conversa.

Os pais devem se preocupar também em selecionar os programas de tv, de modo a sempre oferecer um jeito de tranqüilizar as crianças e não estimulá-las ainda mais a serem agressivas.

O castigo deve ser utilizado como última opção. Quando os pais conseguem estabelecer claramente limites, muitas vezes esse recurso do castigo, nem é utilizado.

É importante lembrar sempre :o exemplo é fundamental para determinar a reação da criança diante de adversidades.


Autoria: Luciana Villela Petersen CRP: 83.400/06 Psicóloga Clínica e Psicopedagoga.


terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Fica proibido

Pablo Neruda

Fica proibido chorar sem aprender,
Levantar-se um dia sem saber o que fazer,
Ter medo das tuas recordações

Fica proibido não sorrir ante os problemas,
Não lutar pelo que queres,
Abandonar tudo por medo,
Não transformar em realidade teus sonhos

Fica proibido não demonstrar o teu amor,
Fazer com que alguém pague pelas tuas dúvidas e pelo teu mau humor

Fica proibido deixar os teus amigos,
Não tentar compreender aquilo que viveram juntos,
Chamá-los somente quando precisa deles

Fica proibido não seres tu perante todos,
Fingir para as pessoas que não te importas,
Esquecer todos os que te querem

Fica proibido não fazeres as coisas para ti mesmo,
Não fazeres o teu destino,
Ter medo da vida e dos teus compromissos,
Não viver cada dia como se fosse o último.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Projetos

Projeto I :
Orientação Vocacional
Adolescentes de 14 a 18 anos.
Local: Consultório próprio ou na escola.
Individual ou em grupo.
Duração: 3 meses com encontros semanais de 1h cada.

Projeto II
Stress e qualidade de vida.
Individual ou em grupo.
Pessoas acima de 18 anos.
Local: Consultório próprio ou em seu local de trabalho ( para empresas)
Técnicas de relaxamento, dinâmica de grupo, reflexões e trocas de experiências.
Duração: 3 meses.
Psicólogas responsáveis pelos projetos: Luciana Villela Petersen (CRP: 83400/06) e Raquel Pereira de Souza (CRP: 83071/06)


Informações:
Email: lucianapetersen@gmail.com e/ou raquelpersol@hotmail.com

Psicologia e afins...

Neste blog, irei falar sobre Psicologia e temas de interesse geral. Tentarei promover uma reflexão sobre os mais variados assuntos que permeiam a psicologia e também publicar alguns artigos escritos por mim e colegas!
Espero que aproveitem essa viagem!
Sejam bem-vindos!!
Luciana Villela Petersen
CRP: 83400/06